Social Icons

Followers

Mostrando postagens com marcador Vestido de crochê. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Vestido de crochê. Mostrar todas as postagens

sábado, 27 de agosto de 2016

Vestido branco em crochê lindo!!!





terça-feira, 22 de julho de 2014

Pretinho básico!!!!

Pretinho de crochê (nada) básico para este Inverno

Postado por: Círculo em 22/07/2014Categorias: CrochêIdeias e InspiraçõesInverno 2014Look do DiaModaReceitasTendência
Como já dizia Coco Chanel: “Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida:
 um vestido preto e um homem que a ame”.  Com esta frase, Coco Chanel colocou
 na moda e na vida das mulheres, na década de 20, o famoso “pretinho básico”.
É, sabemos que o vestidinho preto pode ser muito mais do que 
uma peça coringa na produção… Dependendo da modelagem, ele pode
 (incrivelmente) modelar a silhueta. Chanel recomendava o pretopor duas
 qualidades: ser chique e ao mesmo tempo uma armadura.
Em 1926 a revista Vogue publicou um croqui da costureira com
 um vestido nesse estilo. O editor da revista na época ‘ousou’ dizer: 
“Ele vai se tornar o uniforme de toda mulher de bom gosto”. 
E não é que ele estava certo?! 88 anos se passaram e o pretinho continua a-ba-lan-do!
vestido preto é sofisticado e pode ser combinado com
 todo tipo de acessório, em qualquer ocasião, para 
qualquer mulher… Falta tempo para pensar em looks mais
 elaborados? Está com dúvida sobre o que usar? Veja a seguir as ideias que trouxemos:
Impossível pensar em Audrey Hepburn e não lembrar de seu vestidinho preto
 no clássico Bonequinha de Luxo!
crochê sempre foi visto como uma técnica ideal para a confecção de peças vazadas que
 são usadas noVerão, mas, esta arte manual pode ser aproveitada para
 elaborar peças incríveis de Outono/Inverno! Elaboramos três vestidos pretos 
(nem um pouco básicos!) para você se inspirar e poder usar lindas peças de crochê
com mangas longas.
VESTIDO PRETO: uma peça que estará eternamente em alta.
É prática, versátil e consagrada!
Investir em peças como estas, vale sim, muito a pena.
 O preto é tendência sempre e nunca ‘sai de moda’. 
Incrementar com alguns acessórios, detalhes, recortes e pedrarias
 permite que você use a peça por muitas vezes, sem que ela pareça repetida.
 Um vestido preto no armário é certeza de estar bem vestida e 
elegante na medida certa.
TEXTURAS: Este modelo é bem ousado! Ele foi desenvolvido com o
 fio CLÉA 1000 e possui aplicações de tule na região do colo.CIRCULO3284 tratada
CIRCULO32845 tratada
CIRCULO32847 tratada
CIRCULO32850 tratada
MIX DE PONTOS: Confeccionado com o fio ANNE 500, este modelo
 tem mangas longas soltinhas, cintura marcada e variação entre pontos abertos e fechados.CIRCULO32899 tratada
CIRCULO32903 tratada
CUSTOMIZAÇÃO: Este modelo é um luxo só! Feito com o fio VERANO e 
com aplicações de pérolas no decote (poderoso) das costas.CIRCULO32914 tratada
CIRCULO32916 tratada
CIRCULO32924 tratada
Encantadores, né?! Faça já os seus!
Confira as receitas em nosso site clicando aquiaqui e aqui.
Um abraço,
assinatura blog



Artigos relacionados







http://www.circulo.com.br/blog/pretinho-de-croche-nada-basico-para-este-inverno/

Vestido rosa em crochê




adsense

Meus Vídeos

Postagem em destaque

Blusa em crochê branca com franjas!!!! Essa é Show!!!

Receita da Círculo!!!!

Esclarecimento...

Gostaria de fazer um esclarecimento ao público que acompanha o meu blog! Todas as imagens e receitas aqui postadas são de minha propriedade ou da parceria com á círculo; são arquivos meus guardados há muito tempo que já não estão mais em circulação á muitos anos, o que eu faço é apenas compartilhar com o público que necessita deste conhecimento,mais preciso e devo respeitar á lei dos Direitos autorais sendo assim abaixo está o nome das revistas que uso para compartilhar com vocês. Dividir, compartilhar não é crime! .
Silvia Regina.

. Mon tricô editora abril

.Tricô e crochê Nina editora abril

.Linea editora abril

.Mon tricô bebê editora abril

.Álbum de ponto cruz editora globo

. Revistas círculo tricô e crochê

.Revistas da editora liberato

.Revistas da editora central

.Revista da editora minuano

.E outras,que faço questão de exibir aqui no blog ok?bjus...






Dicas de tricô

Aprendendo a ler à receita:

t= tricô

m = meia

p = ponto

aum = aumentar ou aumentados

v = vezes

laç = laçada

dim = diminuição

nov = novelos

ag = agulha

rem = rematar ou rematados

tric = tricotar ou tricotados

corr = correntinhas

cm = centímetro

aux = auxiliar

carr = carreiras

barra 1/1 = um ponto em tricô e um ponto em meia ouum ponto em meia e um ponto em tico.

barra 2/2 = dois pontos em meia e dois pontos em tricô ou dois pontos em tricô e dois pontos em meia.

Como ler as indicações:

Sempre acrescentar ao número de pontos indicados para a montagem, 1, 2 ou 3 pontos em cada extremidade da agulha, para as bordas. Em tricô, uma carreira indica o número de pontos que estão sobre uma mesma agulha. A volta no avesso do trabalho, feita sobre uma segunda agulha, representa uma segunda carreira. No caso do tricô circula, com três ou quatro agulhas, a carreira é formada por uma volta completa. A carreira de montagem não conta como carreira.

A 1ª carreira (indicada como 1ª carr.) é conseqüentemente, aquela que é tricotada sobre a carreira de montagem. É (exceto indicações contrárias) a primeira no direito do trabalho.

Todas as carreiras ímpares indicam o direito do trabalho e todas as pares indicam o avesso. Nunca mencionamos os pontos da borda.

O número de pontos incluído entre dois asteriscos (*) deve ser repetido quantas vezes for necessário para conseguir um certo tamanho. Ou seja, precisa montar um múltiplo desse número, mais os pontos de borda.

1° exemplo: * m ; 3 t * , significa montar um múltiplo de 6 (vamos dizer 66 pontos), mais 1 p, de borda no início e 1 no fim,ou seja 66 + 2 = 68 p. Na execução de certos pontos, ao conjunto da simetria geral dos motivos. Assim, os pontos indicados antes ou depois do sinal *, é necessário por razões decorativas, são acrescentados ao total formado pelo múltiplo do número determinado pelos asteriscos.

2° exemplo: losangos pespontados. 1ª carr: 4 m ;* 1 t ; 7 m * ;1 t ; 4 m . significam que é preciso montar um múltiplo de 8 (1+7), mais 9 pontos (4+1+4) sem contar os pontos de borda. Esta explicação é também válida por uma razão técnica, notadamente no caso das laçadas (que não são contadas no cálculo de pontos a serem montados).

3° exemplo: * 4 m ; 2 p. juntos ;1 laç ; * ;4 m ; significa: montar um múltiplo de 6 (4+2), mais 4 p. no fim. O sinal de repetição suplementar °° é usado cada vez que um grupo idêntico de pontos, dispostos do mesmo modo, deve ser repetido várias vezes durante a carreira, entre as explicações entre os 2 asteriscos.

4° exemplo: * 5 m ; 1 laç ; ºº 1 m ; 2 p juntos em tricô ; 1 t ; ºº (2 v), etc.



Lembrete:

Acrescentar um ponto: Acrescentar um ponto é fazer um aumento. Mas o termo “acrescentar” é usado principalmente guando o aumento é formado de muitos pontos e é feito de uma vez , guando esses pontos novos são intercalados entre duas frentes do trabalho (decote das costas), ou são colocados no fim da agulha (mangas quimono).

Alternadamente: Esse termo é usado guando uma operação deve ser feita ora de uma maneira ora de outra. Por exemplo: diminuir alternadamente, cada 4 e 6 carreiras.

Cruzar: Os pontos são cruzados quando deseja-se obter um efeito mais decorativo.

Atrás do trabalho: É o avesso do trabalho. A 2ª carreira e todas pares dos diferentes pontos ficam habitualmente no avesso do trabalho.

Frente do trabalho: É o direito do trabalho. 1ª carreira e todas as ímpares dos diferentes pontos ficam habitualmente no direito do trabalho, exceto indicação contrária.

Esquerda: É a parte do trabalho que fica a esquerda da tricoteira, guando o trabalho é colocado na frente dela, com o direito para cima.

Carreira: O que chamamos de “carreira” representa os pontos reunidos numa só agulha no tricô circular, a carreira é chamada de “volta”.

Alongar: Alongar um ponto é enrolar o fio várias vezes em volta da agulha direita, antes de introduzi-la no ponto que vai ser tricotado. Na carreira seguinte o comprimento duplo ou triplo do fio enrolado alongará o ponto na mesma proporção.

Agulhas: Existem diversas marcas e tamanhos variados no mercado, procurem comprar de boa qualidade para que não entortem na hora que estiverem tecendo seus trabalhos, eu só uso as agulhas da marca “Circulo” , você encontra no mercado o par ou pacote com 12 unidades, (6 pares) e muito mais, não deixe de ter também um alfinete para tricô, vai te auxiliar guando você for fazer alguma receita que tenha que colocar pontos em “espera” para fazer cordas, tranças e pontos cruzados, principalmente se você for iniciante para as mais experientes basta uma agulha auxiliar,que é uma agulha de duas pontas. Mesmo assim eu prefiro o alfinete é mais seguro. Só use agulhas de comprimento pequeno para trabalhos pequenos como, cachecol, toucas, luvas e etc...


 
Blogger Templates